Os eventos estão finalmente retornando! Promotores e apreciadores aguardavam o tão esperado retorno dos eventos para realizarem exposições, transmitirem informações, cultura, além de proporcionarem lazer ao seu público.

Mas o comportamento mudou: a preocupação por condições de segurança e higiene, juntamente com a vacinação tornou-se prioridade agora. Recentemente, temos acompanhado as conversas políticas sobre o retorno das torcidas de futebol aos estádios. Este público tão apaixonado não vê a hora de voltar a acompanhar seu time do coração, incentivando presencialmente. Durante as Eliminatórias da Copa do Mundo, uma parte do público teve a chance de assistir os jogos da maioria das seleções das arquibancadas. Vale lembrar que o comprovante de vacinação foi solicitado a quem compareceu para assistir aos jogos.

As grandes massas que são as torcidas organizadas também estão ansiosas para o retorno dos eventos que tanto amam. Contudo, o risco iminente ainda está em sinal de alerta. As concentrações já estão ocorrendo fora dos estádios brasileiros, mas infelizmente o índice de pessoas vistas sem máscara ao ar livre ainda preocupa.

Já o retorno às escolas também é observado com cautela. A Fiocruz recomenda a vacinação de adolescentes para volta ao ensino presencial. Vacinação esta que já passou por muitas polêmicas, visto que grande parte do público desta faixa etária não estava comparecendo aos postos de vacinação.

 

A qualidade das máscaras para o retorno dos eventos de forma segura

Ter aglomerações, mesmo em local aberto, é de grande preocupação. É preferível o uso de máscara de alta filtragem, como cirúrgica ou N95, PFF2 ao comparecer em eventos com maior exposição ao público. Claro que independentemente da máscara, deve estar bem ajustada ao rosto. O ideal é evitar a área interna dos bares e preferir transporte particular – com os vidros abertos. Banheiros e outros espaços fechados dos eventos também devem ser evitados, se possível.

 

A higienização como combate à epidemia

A grande verdade é uma só: a higienização ainda é uma das mais eficientes formas de combate à epidemia. Desde o início, todos os órgãos responsáveis reforçaram que a prevenção inicia com a higienização por álcool em gel e com a correta lavagem das mãos e demais partes do corpo que entrarem em contato com objetos da rua, que podem ser responsáveis por possível contágio.

Uma das melhores formas de prevenção é contar com os lavatórios portáteis ecológicos da Laveco. Uma forma de proteger o público que está retornando aos eventos e garantir a total segurança de todos em seu evento. Vale lembrar que as pias portáteis são produtos registrados da Laveco, além de poder ser personalizados com a identidade do contratante.

Laveco Chat
Enviar via WhatsApp